(15) 3211 0583 | (15) 99800 7006 Rua Coronel José Pedro de Oliveira, 411 sala 03 - Jardim Faculdade - Sorocaba/SP
(esquina com Eulália Silva - Clínica Ápice)

Ouça a Vida

Duvidas

  • Quais os sintomas de quem está perdendo a audição?

    • Solicito repetições com frequência
    • Aumento o volume da TV
    • Falo mais alto
    • Só assisto a filmes legendados
    • Entendo errado
    • Tenho dificuldades ao fazer uso do telefone
    • Evito reuniões sociais

  • O que devo fazer ao notar que estou ouvindo menos?

    • Procurar um otorrinolaringologista
    • Realizar uma avaliação audiológica
    • O médico otorrinolaringologista é quem definirá se o caso será para tratamento medicamentoso, cirúrgico ou uso da amplificação sonora.

  • Não posso usar apenas o parelho de um dos lados?

    Sempre que a perda auditiva é bilateral, recomendamos o uso em ambas as orelhas. Com o uso bilateral podemos ter uma melhor compreensão de fala, principalmente no ruído, localização da fonte sonora e, além disso, precisamos estimular as duas vias auditivas para que não ocorra a privação sensorial. Quando nos depararmos com pacientes que tem a mesma perda auditiva nas duas orelhas e fez uso do aparelho somente em uma, podemos observar que a discriminação da fala na orelha que não foi estimulada é muito pior do que a orelha que fez uso da amplificação.

  • Eu escuto, mas não entendo. Pode ocorrer isso?

    Sim, pode. Temos vários tipos de perda auditiva, e um tipo muito comum é uma perda maior nos sons agudos do que em graves. Quando a perda é maior nos agudos, perdem-se sons como s, x, f, v, porém consegue-se detectar bem as vogais e sons mais nasais. Portanto escuta parte do que é dito.

  • Não me considero surdo, mas foi dito que preciso usar o aparelho auditivo.

    Temos 4 graus de perda auditiva: leve, moderada, severa e profunda. Ter uma perda auditiva não significa que está totalmente surdo. Antigamente, os médicos esperavam a perda de audição acentuar para indicar o uso dos aparelhos auditivos. Porém hoje sabemos que o uso o mais cedo possível trará grande benefício.

  • A perda de audição não é comum ao envelhecer?

    A perda auditiva provocada pelo envelhecimento é chamada de presbiacusia. É bastante comum, mas nem por isso devemos deixar sem intervenção. Sabemos que ao ouvir melhor, o indivíduo terá melhor qualidade de vida no envelhecimento, assim como auxilia na prevenção de quadros de demências, como o Alzemimer.

  • Existe aparelho auditivo pra zumbido?

    Sim. Existem aparelhos auditivos que possuem um gerador de som que tem a finalidade de “mascarar” o zumbido. Pode ser utilizado por pessoas que tem perda auditiva ou não.

  • Mesmo com aparelho auditivo tenho dificuldades em ambientes ruidosos ou quando falam de longe. Meu aparelho está com problemas?

    Há situações, como as citadas acima, em que os aparelhos são mais limitados. A distância e o ruído são duas situações de grande desafio, sendo muitas vezes necessários o uso de acessórios com conectividade. É bom certificar-se, primeiramente, que as medidas de verificação eletroacústicas estejam adequadas.

  • Os aparelhos auditivos são a prova d’água?

    Não eles são mais resistentes à umidade, mas ainda não totalmente a prova d’água. Temos que ter cuidado quanto à transpiração, chuva, cabelo molhado.

  • Acho o aparelho auditivo muito “barulhento”.

    Verifique se esse “barulho” não são sons que estão ocorrendo no meio em que se encontra. Ao iniciar o uso da amplificação sonora, é comum, as pessoas voltarem a identificar sons que já não ouvia mais. Muitas vezes, esses sons não fazem parte dos sons de fala, e então, ao longo do tempo o cérebro irá ignorar os sons que não são considerados importantes, como: ar condicionado, panela de pressão, água caindo na pia, salto do sapato, entre outros.

  • Crianças podem ter perda auditiva?

    As crianças também podem apresentar perda auditiva, logo ao nascer ou ao longo dos anos. Várias causas podem ser atribuídas como: otites, alterações genéticas e hereditárias, infecções congênitas, intercorrências neonatais, síndromes, entre outras. As otites são bem comuns na infância e causam perda auditiva temporária, mas muito importante.

Fale com a fono

Mande uma mensagem para nós

Aparelhos auditivos

Para melhorar sua qualidade de vida

Dúvidas

Veja as príncipais dúvidas